Conecte-se conosco

Notícias

Luísa Mell debocha de críticas e mostra conversa sobre Filó

Publicado

A ativista  da causa animal, Luísa Mell, foi acusada de ter sido responsável pela “perseguição” do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) contra o influenciador. No entanto, ela foi até as redes sociais se explicar e dizer que não era a “culpada” por Agenor perder a capivara. 
Segundo ela, o “Ibama estava irredutível”. Ela também disse que foi apresentado uma sugestão de reintrodução do animal na natureza. Luiza explicou, por meio do stories do Instagram, que a ideia dela era de que Filó fosse devolvida ao habitat natural em um local próximo à casa de Agenor, com a qual a capivara já estava acostumada. Leia mais Ribeirinho perde capivara após “intromissão” de Luisa MellIbama multa ribeirinho que cuidava de capivara em R$ 17 mil
No entanto, o Ibama não aceitou o pedido e teria alegado que não havia outras capivaras naquela região. “Eu queria muito ter o poder que vocês acham que eu tenho. É uma coisa surreal. Eles acham que eu que decido tudo. Que eu que resolvo. Se eu tivesse esse poder, sabe o que aconteceria? Ninguém teria mais macaco de estimação, não ia ter pássaro na gaiola, “tomara que eu um dia tenha esse poder, né gente?”, disse Luísa rindo. 

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  
Mas, o Ibama chegou até o influenciador, que compartilhava a sua rotina com a capivara Filó nas redes sociais, após uma denúncia de Luísa Mell. O órgão chegou a multar Agenor em R$ 17 mil e exigiu que ele apagasse as fotos e vídeos do animal do Instagram. E a “desculpa” da ativista não foi bem aceita por todos.  Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Marcus Pessoa (@soumarcuspessoa)
Para se defender, Luísa ainda expôs uma conversa que teve com Agenor sobre o assunto. “Minha primeira sugestão foi ele ficar com a capivara e se comprometer a não pegar mais nenhum animal silvestre. E não postar, porque isto estimula! Mas o Ibama não deixou! Falaram que era lei. Realmente achei que soltar em um bando próximo a casa dele era um caminho… mas no final eles decidiram que não (Agenor e Ibama). Mais uma vez  não sou eu que decido”, declarou Luísa, dizendo que a decisão sobre a Filó foi entre o órgão e o influenciador.  

Advertisement
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  
Além de ter pedido Filó, o Ibama pediu para que o influenciador levasse o papagaio, que ficava na casa. 
Mas, nos trechos da conversa divulgados por Luísa, ela orienta ele a não devolver o animal e sim soltá-lo na natureza. A ativista pede que Agenor grave um vídeo do papagaio voando. “Como podem ver, pedi um vídeo que comprovasse que não tinha asas cortadas e era livre. Ele me garantiu. Falei para não levar e hoje o IBAMA viu que era Livre! E ficou na casa dele”, se explicou. 

|

Advertisement
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  
Por fim, Luísa ainda provocou os seguidores e disse que se eles não achavam a atitude correta, é para lutarem para mudar a lei. “Agora vocês não acham justo, lutem para mudar a lei. Não sou eu que decido, nem o IBAMA. É a lei”, finalizou. 
Agenor vive na zona rural do município de Autazes, interior do Amazonas, a mais de 100 km de Manaus. Ele ficou famoso nas redes sociais por compartilhar a rotina com a capivara Filó, que tomava banho de rio, brincava na lama e vivia no quintal da casa.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Deixe seu comentário
Advertisement
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:

Facebook

Redes Socias

"

Últimas Notícias

Notícias7 dias ago

Hospital Regional de Marabá Oferece Atendimento Especializado para Gestantes de Alto Risco

Deiglaine Gomes Vieira, de 28 anos, residente em Nova Ipixuna, está grávida de oito meses e, devido à hipertensão e...

Destaque7 dias ago

Governo do Pará Declara Utilidade Pública para Desapropriação em Belém

O Governo do Estado do Pará anunciou a declaração de utilidade pública para fins de desapropriação de imóveis localizados na...

Destaque7 dias ago

Governador do Pará e Líderes Judiciais Firmam Acordo para Combater Violência contra Mulheres no Marajó

Em uma sessão histórica realizada no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o governador do Pará, Helder Barbalho, uniu forças com...

Destaque1 semana ago

Pará Registra Queda de 29% nos Alertas de Desmatamento em Maio e Obtém Maior Redução da Amazônia Legal

O estado do Pará continua a avançar de maneira significativa na luta contra o desmatamento. Em maio de 2024, o...

Destaque1 mês ago

Dupla é Presa em Belém Após Roubo de Carro e Sequestro Relâmpago

Na noite da última terça-feira, 14, a polícia prendeu uma dupla de assaltantes no início da avenida Augusto Montenegro, próximo...

Cultura2 meses ago

Barcarena promove Escuta Cultural para implementação da Política Nacional Aldir Blanc

A Prefeitura de Barcarena, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, realizou na manhã desta quinta-feira (18) a...

Notícias2 meses ago

Confissão de Suspeito Impulsiona Investigação e Pode Desmantelar Grupo Criminoso em Ananindeua

Uma recente operação policial em Ananindeua, Pará, desencadeou uma série de desenvolvimentos cruciais na investigação de uma organização criminosa atuante...

Destaque