Conecte-se conosco

Esportes

Dirigentes e atletas são proibidos de apostar em nova medida do Ministério da Fazenda

Publicado

O Ministério da Fazenda divulgou uma medida provisória (MP) que proíbe que determinadas pessoas façam apostas, entre elas administradores e funcionários das próprias casas de apostas, menores de 18 anos, agentes públicos e indivíduos ligados às entidades esportivas, como dirigentes, treinadores e atletas – descritos no texto como pessoas que possam ter qualquer influência sobre o resultado do evento real.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Após alta de casos, medida provisória para regulamentar casas de apostas é entregue a Lula]]

Advertisement
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:

[[(standard.Article) Em conversas divulgadas, Bauermann fala em aliciar atletas do Santos para fraudes: ‘Talvez dois']]

[[(standard.Article) Ministro Flávio Dino ordena que Polícia Federal investigue fraudes em jogos de futebol]]

Além disso, a MP proíbe a propaganda de casas de apostas que não estiverem licenciadas. Para se licenciar, as empresas deverão pagar um valor e cumprir uma série de regras, que ainda serão definidas por meio de uma portaria.

Outro ponto importante da medida é o impedimento das empresas de apostas atuarem no mercado de compra de direitos televisivos, de internet ou qualquer outro tipo de transmissão de eventos esportivos. Elas também ficam impedidas de financiar essas compras.

Advertisement
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:

Foi entregue ao presidente Lula a minuta de um decreto para discutir ações no combate à manipulação de resultados. O grupo de trabalho será composto por três representantes do Ministério do Esporte e três do Ministério da Justiça, além de convidados como representantes da OAB, CBF, COB, CPB, Instituto Brasileiro de Direito Desportivo (IBDD), Associação Nacional de Jogos e Loterias (ANJL), Instituto Brasileiro do Jogo Responsável (IBJR), Associação Brasileira de Apostas Esportivas (ABAESP), Associação Brasileira de Defesa da Integridade do Esporte (ABRADIE), SIGA Latin América e International Betting Integrity Association (IBIA).

Até o momento, não está prevista a participação de nenhuma entidade representativa de atletas. A previsão é que o grupo se reúna a cada quinze dias para discussão dos problemas.

A medida provisória tem vigência de 60 dias, prorrogáveis por outros 60, e durante esse período, o texto deve ser analisado pelos membros da Câmara e do Senado, que podem fazer alterações na redação e torná-la lei.

Fonte: Esporte – OLiberal.com 

Advertisement
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
Deixe seu comentário

Facebook

Redes Socias

"

Últimas Notícias

Cultura5 dias ago

Barcarena promove Escuta Cultural para implementação da Política Nacional Aldir Blanc

A Prefeitura de Barcarena, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, realizou na manhã desta quinta-feira (18) a...

Notícias6 dias ago

Confissão de Suspeito Impulsiona Investigação e Pode Desmantelar Grupo Criminoso em Ananindeua

Uma recente operação policial em Ananindeua, Pará, desencadeou uma série de desenvolvimentos cruciais na investigação de uma organização criminosa atuante...

Destaque3 semanas ago

Após 6 meses de guerra, Hamas pede desculpas aos palestinos

Em um gesto surpreendente após seis meses de conflito, o grupo militante Hamas emitiu um pedido de desculpas aos palestinos...

Destaque3 semanas ago

Encontro na Amazônia: Lula e Macron protagonizam momento peculiar

Uma série de fotos do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva com o mandatário francês Emmanuel Macron na visita...

Notícias1 mês ago

Brasil tem quase dois casos por dia de exercício ilegal da medicina

O Brasil registrou quase dois casos por dia de exercício ilegal da medicina nos últimos 12 anos. Os dados foram...

Destaque1 mês ago

Ação sustentável no Hospital Regional em Marabá estimula o consumo consciente de papel

O Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, lançou na última quinta-feira, 21, o...

Destaque2 meses ago

Hospital Regional em Marabá promove ações de conscientização sobre câncer de intestino

Atividades são alusivas ao Março Azul, mês dedicado à prevenção e ao diagnóstico precoce da doença e intensificou orientações na...

Destaque