Conecte-se conosco

Notícias

15 mil estudantes de Belém são avaliados em “provão”

Publicado

Com a finalidade de aperfeiçoar o ensino na rede municipal
de educação de Belém e, ao mesmo tempo, dar oportunidade aos estudantes de
terem experiência em provas de avaliação qualitativa, a Prefeitura de Belém,
por meio, da Secretaria Municipal de Educação (Semec), aplicou a 1ª Avaliação
Belém Alfabetizada e Leitora, até esta quinta-feira, 20, para alunos das turmas
dos ciclos I, II e IV do ensino fundamental.Além de atuar como preparatória para a Provinha Brasil,
avaliação nacional que será realizada em outubro, a prova municipal também é um
indicador diagnóstico, destinada aos alunos matriculados no segundo ano do
ensino fundamental. O objetivo é oferecer aos professores e gestores escolares
um instrumento que permita acompanhar, avaliar e melhorar a qualidade da alfabetização oferecida às crianças da rede municipal.
No Ciclo I, a avaliação foi aplicada em dois dias, já os ciclos
II e IV a prova ocorreu em apenas um dia. As provas são de Língua
Portuguesa e Matemática para o CI, CII e IV, aplicadas em 97 unidades
educativas para 15.874 estudantes da rede municipal de ensino, dos quais 402
com algum tipo de deficiência.
Avaliação
integrada
Diversos setores da Semec estão envolvidos nesta ação. A
revisão, seleção e interpretação pedagógica ficou sob a responsabilidade do
Centro de Formação de Educadores Paulo Freire. Já a diagramação,
logística, leitura do cartão-resposta, análise dos itens e divulgação do
resultado, sob a responsabilidade do Núcleo de Informática Educativa
(Nied). As provas adaptadas aos estudantes com deficiência foram conduzidas
pela equipe do Centro de Referência de Inclusão Educacional (Crie), e
coube ao Núcleo Setorial de Planejamento (Nusp) a produção do relatório final.
“Os indicadores que surgirão da aplicação do teste servirão
de parâmetro para as ações formativas e projetos para melhoria da
aprendizagem”, explica o coordenador do Centro de Formação de Educadores,
Walter Braga.
A aluna Aline Modesto Pedreira, 10 anos, faz o 5° ano na escola
Walter Leite, bairro do Bengui e foi uma das primeiras a terminar a prova.
Ela achou muito fácil porque as matérias que caíram na prova havia aprendido no
ano anterior. “Foi fácil, eu aprendi tudo no terceiro e quarto ano. Na
hora da prova eu lembrei de tudo e fiz”, relatou com segurança e
disse que fez uma excelente prova.
Inclusão
e cidadania
Os estudantes com deficiência participam da prova com cadernos
adaptados e em espaços viabilizados pela escola, dispondo de uma hora a mais
para resolver as questões. Foram adaptadas provas para 270 estudantes com
Transtorno do Espectro Autista (TEA), 04 com cegueira, 18 com baixa visão, 13
surdos, 02 surdo e cegos e 95 com deficiência intelectual, num total de 402
estudantes. Pela primeira vez, 54 profissionais do Crie e 114 professores das
Salas de Recurso Multifuncional (SRM) estão nas escolas para auxiliar no
processo de aplicação das provas.
Para a coordenadora do Crie, Tatiana Vasconcelos,  “a
participação dos estudantes com deficiência é fundamental para que eles tenham
a oportunidade de se prepararem para chegar onde eles quiserem”, ressalta.
Ela também ressalta a “importância do conjunto da sociedade,
educadores, pais, familiares e entidades que possam, cada vez mais, promover e
ampliar a participação das pessoas com deficiência”.
O resultado final da 1ª Avaliação Belém Alfabetizada e Leitora,
está prevista para primeira quinzena de junho deste ano.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Deixe seu comentário

Facebook

Redes Socias

"

Últimas Notícias

Notícias1 semana ago

Dupla é Presa em Belém Após Roubo de Carro e Sequestro Relâmpago

Na noite da última terça-feira, 14, a polícia prendeu uma dupla de assaltantes no início da avenida Augusto Montenegro, próximo...

Cultura1 mês ago

Barcarena promove Escuta Cultural para implementação da Política Nacional Aldir Blanc

A Prefeitura de Barcarena, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, realizou na manhã desta quinta-feira (18) a...

Notícias1 mês ago

Confissão de Suspeito Impulsiona Investigação e Pode Desmantelar Grupo Criminoso em Ananindeua

Uma recente operação policial em Ananindeua, Pará, desencadeou uma série de desenvolvimentos cruciais na investigação de uma organização criminosa atuante...

Destaque2 meses ago

Após 6 meses de guerra, Hamas pede desculpas aos palestinos

Em um gesto surpreendente após seis meses de conflito, o grupo militante Hamas emitiu um pedido de desculpas aos palestinos...

Destaque2 meses ago

Encontro na Amazônia: Lula e Macron protagonizam momento peculiar

Uma série de fotos do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva com o mandatário francês Emmanuel Macron na visita...

Notícias2 meses ago

Brasil tem quase dois casos por dia de exercício ilegal da medicina

O Brasil registrou quase dois casos por dia de exercício ilegal da medicina nos últimos 12 anos. Os dados foram...

Destaque2 meses ago

Ação sustentável no Hospital Regional em Marabá estimula o consumo consciente de papel

O Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, lançou na última quinta-feira, 21, o...

Destaque